Felipe - Cuide e Compartilhe

Olá pessoal, abaixo está a história de um menino de 11 anos com Paralisia Cerebral. Ele basicamente não tem habilidades motoras, não consegue falar ou demonstrar emoções. Para piorar as coisas, esse garoto mora em uma vila na selva amazônica. A família dele faz o possível para cuidar dele, mas precisa da nossa ajuda. Tudo o que pedimos é que você leia a história desse menino e sua família. Se você sentir que gostaria de ajudar, qualquer coisa serve. Obrigado por ler até aqui e que Deus abençoe você e sua família…

Felipe

Muitas pessoas acreditam que viver em uma vila nas profundezas da Selva Amazônica é fácil – tudo que você precisa é de uma rede e algumas árvores e a natureza cuidará de você. Capturar animais, pescar, coletar frutas, nozes, folhas de palmeira – isso é fácil, desde que você tenha um facão, tudo bem. Plantas medicinais, repelentes naturais, camuflagem de onças e outros predadores, a selva vai te oferecer de tudo. Por isso, quando falamos de pequenas aldeias, como aquelas de onde vêm os nossos guias de pesca com mosca, fica-se com a impressão de que é um paraíso, e para a maioria dos locais é mesmo. Na recolha de biografias para o nosso novo site, houve uma resposta unânime à pergunta: onde preferes viver? Na cidade ou na aldeia? A paz, a abundância de peixes, a caça, a madeira para construção, o conhecimento dos povos indígenas, tudo isso não tem preço para quem encontramos no país amazônico. E se essa paz for quebrada? Não apenas pela expansão da cidade e do comércio, mas, digamos, por uma doença? Você poderia sobreviver com um membro da família deficiente em uma vila no meio da selva, a 4 horas de qualquer pequena parada médica primitiva e mais 20 horas para Manaus e um verdadeiro centro médico em um barco de passageiros? Os amazônicos sabem como se resolver, mas aqui está a história de Felipe e seu pai, as pessoas que inspiraram nosso Programa Care&Share.

Ronaldo, também conhecido como Doca, é um dos nossos principais guias de operações na Amazônia. Um homem simples, sempre alegre, religioso e trabalhador ao extremo. Ele tem dois filhos, Felipe e Gabriel. Gabriel tem 12 anos e assim como o próprio Doca, já ajuda a família a cultivar alimentos, sair para pescar e quem sabe em breve poderá começar a caçar. Nas aldeias amazônicas, as crianças juntam-se aos pais nessas tarefas assim que conseguem carregar algum peso. A história de seu irmão é diferente.

As coisas não têm sido fáceis para Felipe desde que ele estava na barriga da mãe. A esposa de Doca teve uma gravidez difícil, agravada por uma série de infecções entre outras coisas e na hora do parto decidiram ir para Barcelos, cidade do Rio Negro que tem um hospital um pouco mais avançado. Acontece que a esposa de Doca não sobreviveu à viagem de barco de 30 horas. Felipe nasceu no caminho, bem no barquinho. O que os médicos de Barcelos disseram 2 dias depois é que Felipe teve falta de oxigênio durante o parto e por isso agora tem paralisia cerebral e é tetraplégico.

Nunca soubemos muito sobre Felipe, apesar de conversarmos com Doca sempre que ele teve acesso a algum tipo de comunicação. Doca não fala muito sobre suas dificuldades e, na verdade, sempre parece estar feliz com sua vida. Adora a aldeia, o rio e a floresta. Ele continua nos convidando a explorar mais o rio e até onde ficam os sulcos de castanha-do-pará ou onde as lagoas estão cheias de peixes. Mas em 2019, pela primeira vez, ouvimos que não poderíamos ter a Doca na nossa equipe. Ele teve que ficar com o filho, pois Felipe precisava cada vez mais dele. E Doca ia desistir de fazer o que mais gosta pelo filho. Felipe basicamente ficou muito grande e pesado aos 11 anos para que sua mãe cuidasse dele todos os dias. Ele era difícil de levantar, alimentar e tomar banho.

É difícil imaginar um dia na vida de uma criança com paralisia cerebral em uma pequena vila no meio da Amazônia. Os pais precisam ficar atentos 24 horas por dia, pois Felipe não consegue nem expressar se está com fome, sentindo dor ou apenas precisando de uma coçadinha nas costas. Se ninguém estiver fazendo esforço ele ficará o dia todo na rede. Doca quer que ele viva e interaja. Há 11 anos ele carrega o filho por toda a aldeia, coisas como levá-lo para ver parentes e à igreja aos domingos. Ele tenta descobrir o que Felipe mais gosta de comer. Todos os alimentos devem ser processados ​​e transformados em estado líquido. Mas Doca notou que Felipe fica mais ativo quando vê iogurte. E levar iogurte até a vila Terra Preta é um grande desafio.

Duas vezes por dia são dados 4 tipos diferentes de remédios para Felipe. Ele também vai com o pai a Manaus 4 ou 5 vezes por ano para consultar o médico que vai verificar seu peso e ajustar a dosagem dos remédios. Essa é outra jornada que não é nada fácil. De volta à aldeia, tarefas como levar Felipe para passear ficam cada vez mais difíceis – o menino já tem 11 anos, pesa 55 quilos e mede 1,20 metro de altura. Então, se Doca não se esforçar todos os dias, entre pescar, fazer farinha de mandioca, colher abacate, banana, castanha-do-pará e outras tarefas da aldeia, Felipe vai conseguir gastá-las na rede.

Agora é a primeira vez que vemos Doca pedindo ajuda. Para proporcionar uma vida melhor ao filho na aldeia e em casa ele quer comprar uma cadeira de rodas e uma mesa de banho. Ele já arranjou madeira para ampliar parte da casa e para colocar a mesa de banho. Ele trabalhou duro para economizar em ambos os dispositivos. Acontece que os últimos dois anos não foram fáceis para Doca. Ir mais vezes a Manaus para consultas com o neurologista de Felipe envolve gastar mais e trabalhar menos. Trabalhar conosco no Rio Novo e no Labirinto da Tartaruga ajudou muito, mas ainda não o suficiente para enfrentar os novos desafios que 2020 trouxe para todos nós.

Então, é claro que quando soubemos que Doca precisava de ajuda não pensamos duas vezes – temos certeza de que quem o conheceu não o deixaria sozinho em sua jornada. E estamos fazendo desta arrecadação de fundos para Felipe a prioridade do programa Bucket List Fly Fishing Care&Share.

Olá pessoal, essa foi a história de um menino de 11 anos que basicamente não tem habilidades motoras, não consegue falar nem demonstrar emoções. A família dele faz o possível para cuidar dele, mas precisa da nossa ajuda. Criámos uma campanha Go Fund Me e se sentir que gostaria de ajudar, qualquer coisa serve. Obrigado por ler e que Deus abençoe você e sua família… Clique no link no topo da página.

 

A cadeira de rodas tem sido um bem vital na vida de Felipe e de sua família. Agora a família pode facilmente participar de eventos e viajar pelas aldeias sem problemas. Felipe continua crescendo e ficando cada vez mais imóvel. Sem essa cadeira, Felipe ficaria basicamente imóvel e preso em casa, na cama.

A adição foi construída na casa e agora há água alimentada por gravidade para um banho adequado. O banheiro maior possibilitou que a família instalasse a mesa de banho e tivesse uma área para dar banho adequado ao filho e também funciona como mesa de exames para cuidar do Felipe. É necessário apoio contínuo para continuar a ajudar a família de Felipe a gerir a tarefa diária de criar este menino numa aldeia remota na selva.

“Rob, minha família quer agradecer pessoalmente por tudo que você faz por nós aqui. Seu apoio aqui nas aldeias e especialmente para meu filho e nossa família não passa despercebido. Você é uma parte vital de nossas vidas e do nosso futuro aqui na comunidade Terra Preta. A ajuda que você forneceu para Felipe basicamente salvou sua vida e nos manteve sãos por mais algum tempo. Você nunca vai entender a gratidão que todos nós temos pelo que você e sua empresa fizeram por nossa frágil comunidade aqui. Obrigado mais uma vez, que Deus esteja com você.”

Ronaldo

Rob Anderson e a equipe

Bucket List Fly Fishing

Ligue para +1 775-742-1754

Check out some more stories!

Zoom Meeting July 7 2022

Join us for an exciting free get-together on zoom. We are going to discuss our upcoming seasons and events and recap some events and outings we have just finished. The highlight of the night will be our January 2023 season at our centerpiece fishing location in the Amazon jungle.

Read More »
×
×

Cart

Bucket List Fly Fishing

Access our trip planner